Transcrição do Primeiro áudio

Abaixo a transcrição do primeiro áudio da DRA IZABEL MAIOR.

Boa noite, amigos do Temas em Foco.

Hoje é dia trinta e um de março de 2020. Nós estamos vivendo, no Brasil e no mundo, uma situação que jamais enfrentamos que é uma pandemia por um vírus novo, chamado, tecnicamente de Covid-19, a doença que ele causa. Ele é um vírus, como todos sabemos. O vírus é algo microscópico, que ao microscópio eletrônico, possui uma dimensão mínima.

Esse vírus é recente. Portanto, a população mundial não tem imunidade contra ele. Significa que, na verdade, qualquer pessoa está suscetível à doença, a não ser aquelas que já tiveram a COVID-19 nesses últimos três meses, quando a epidemia começou a se espalhar pelo mundo. Somente essas, o que significa um número pequeno de pessoas, que não chega nem a duzentas ou trezentas mil pessoas, teriam algum grau de imunidade. O restante da população não, os outros sete bilhões de pessoas no mundo não têm imunidade contra o novo Coronavírus.

E por que eu quero começar falando um pouco do Coronavírus propriamente dito, ao invés de falarmos do que nós precisamos fazer como pessoas com deficiência, como profissionais de saúde? Eu sou médica, especialista na área de medicina física e reabilitação, trabalhei 21 diretamente com pessoas com deficiência, principalmente pessoas com deficiência física e deficiência múltipla, mas vi e convivi dentro do movimento das pessoas com deficiência com todos os tipos, em todas as faixas etárias.

Eu atualmente tenho 65 anos de idade, mas comecei no movimento com 22 anos. Então é uma longa caminhada, e pude passar e perceber o que foi acontecendo com cada um de nós durante esse período. O mundo finalmente nos encontrou como pessoas que têm direitos, e esses direitos, portanto, são direitos humanos como de qualquer outra pessoa – quando foi homologada pela Organização das Nações Unidas, em 2006, a nossa Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência. E a Convenção é muito viva, muito presente em cada um dos momentos do nosso cotidiano, porque trata de todos os direitos, os direitos de liberdade e os direitos de igualdade. Os direitos civis, políticos, sociais, econômicos e culturais de todos e particularmente das pessoas com deficiência.

A Convenção diz que a vida de cada pessoa com deficiência, não importa o grau da deficiência, nem qualquer outra característica de tipo de deficiência ou de idade em que a pessoa com deficiência se encontre, como o gênero, a orientação sexual – não importa, todas as pessoas do mundo, a exemplo do restante da humanidade, têm direitos humanos que não podem ser violados. Mas reconhece, na mesma hora, que algumas pessoas com deficiência são mais vulneráveis em circunstâncias especiais, e algumas pessoas com deficiência, entre todas com deficiência, estarão mais vulneráveis o tempo todo. Isso todos nós sabemos: quanto mais necessidade de apoios você tem, quanto mais barreiras precisam ser derrubadas pela sociedade como um todo, mais vulnerável é aquela pessoa para permanecer sem acesso aos seus direitos. Nós estamos enfrentando uma pandemia, justamente num momento de crise absoluta que não se foi vista ainda, repito, uma pandemia declarada pela Organização Mundial da Saúde há poucos dias. E que começou no Brasil, o primeiro caso, temos pouco mais que trinta dias, o que quer dizer que estamos no primeiro período dessa pandemia no Brasil, percebendo como está se manifestando. E no dia de hoje, o Ministério da Saúde anuncia que temos, infelizmente, mais de duzentos mortos já com essa doença, e em torno de cinco mil e setecentas pessoas que têm a doença.

Este número é um número que nós sabemos que é subestimado, porque nós não temos no Brasil os recursos e os insumos necessários para fazer os testes na quantidade que precisariam ser feitos para que tivéssemos a noção de quantas pessoas da população de fato já foram expostas ao novo Coronavírus e podem já estar imunes. Mas, por outro lado sabemos que quanto mais as pessoas com deficiência estiverem protegidas, porque elas fazem parte de um grupo vulnerável, mais chance elas terão de não desenvolver complicações para o coronavírus e também terão mais chances de sobreviver.

One thought on “Transcrição do Primeiro áudio

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

Create your website with WordPress.com
Get started
%d bloggers like this: